JESUS E NICOLAU

papai noel de pele retinta em meio de diversas crianças e abraçando um menino negro, ambos fazendo um joinha com as mãos

Nesse dia de Natal, promovo o encontro de duas pessoas especiais na tradição cristã: Jesus Cristo, o Deus conosco, o Verbo que se faz carne, e Nicolau, que viveu 4 séculos depois, bispo de Lyria (atual Turquia).

Jesus é o que sabemos – embora tentem adaptá-lo à ordem vigente de muitas maneiras, ao longo dos séculos: um revolucionário, que pregou o amor mais radical, o dom de si mesmo. Um homem que veio ao mundo para afirmar a primazia do doar e doar-se para mais ser. “Ele veio para dar testemunho da Luz” nessa caminhada terrena tantas vezes dominada pelas trevas… (João 1, 1-18). Por isso o Natal é a festa da luz, da alegria, do divino em todas as criaturas, em toda a Criação! Deus é Amor!

Sobre Nicolau, a história conta que desde pequenino, sendo de origem nobre, não se conformava com crianças pobres à sua volta, e compartilhava tudo. “Migrou” para os países nórdicos da Europa como “Santa Klaus”. Na Lapônia (Finlândia), em meio ao rigoroso inverno, firmou-se a lenda de que ia com suas renas distribuindo presentes, sobretudo agasalhos e chocolates, para quem precisasse.

Só na 2a metade do século XIX, na América do Norte, foi criada a figura do Papai Noel (Noel é Natal, em francês). O “bom velhinho” é introduzido na Europa depois da Segunda Guerra Mundial. Mais que símbolo da solidariedade e da bondade de presentear, a figura rotunda (como o rei Momo) evoca fartura (e gula, talvez) e induz ao consumo como sentido de vida…

Vamos libertar Papai Noel do seu contrato com a Coca Cola e outras corporações do mercado! Vamos resgatar São Nicolau. Esse sim, vem para tod@s.

Em 1990 escrevi um conto de Natal, “A semente do Nicolau” (livro infanto-juvenil até hoje no catálogo da Editora Moderna/Santillana). Ali aproximei Jesus e Nicolau, através do que de fato cria laços e engrandece a vida:: a generosidade. Também conhecida como doação, entrega, serviço.

Ainda é tempo, sempre é tempo: feliz Natal!

Noel na favela (foto Diário do Rio) e Natal no traço da africanidade

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Twitter
Telegram
Email

Leia também:

zedassilva thumb

Espionagem: não esquecer!

Apresentamos um Requerimento de Informação à Casa Civil sobre a espionagem ilegal da Abin!

425556102 951663066315270 1029424154954920309 n

DOENTES E… CURÁVEIS!

Foi no cotidiano, na casa simples de Pedro e André, que Jesus fez um gesto de ternura, um milagre: dá a mão à sogra de Pedro, acamada e febril, e ajuda a erguê-la. Ela fica imediatamente sã. Pronta para servir, que é a razão de existir.

Sliman Mansour (pintor palestino)

MISSÃO DE GRANDEZA, AQUI E AGORA!

Caminhando, na tristeza de saber que seu primo João Batista tinha sido preso (por denunciar os podres poderes de seu tempo), Jesus supera a dor chamando humildes pescadores para uma missão de grandeza: “pescar” pessoas.

Rolar para cima