Notícias e Artigos

Mitos com pés de barro

“Nesta terra a dor é grande/ a ambição pequena/carnaval e futebol” (A Luz de Tieta, Caetano Veloso) O gosto pelo futebol, que já foi maior em épocas passadas, vem também do fato dele ser uma metáfora da vida. Nas partidas e torneios, há ambição, dor, decepção e...

ler mais

Eleições no México: um giro histórico à esquerda

[do mural de Rodrigo Luis Veloso] Durante 70 anos o México foi governado por um único partido, o PRI, com raízes na revolução mexicana, porém obviamente degenerado. E convertido, ele próprio, em um aparato de subtração da democracia em benefício de um sistema...

ler mais

Nem as crianças escapam

“Mamãe, nunca senti tanta dor!”; “Mãe, estou com muita sede!”; Eles não viram que eu estava com roupa de escola, mãe?”. Foram as palavras que Marcos Vinicius Silva, 14 anos, dirigiu à sua mãe Bruna, já no leito do hospital onde viria a morrer, pouco depois. O garoto...

ler mais

Pra trás, Brasil?

O começo não foi promissor. E tem o tabu: nunca uma seleção brasileira de futebol foi campeã do mundo tendo empatado (ou perdido) na estreia de uma Copa do Mundo. Mas se, na sequência dos jogos, vierem bons espetáculos e vitórias, o clima de animação tomará conta do...

ler mais

A morte como política pública

Alessandra Soares, 26 anos, moradora do morro da Coroa, no Rio. Mãe de uma bebê de dois meses e de uma menininha de dois anos. Marido desempregado. Alê, como era chamada por parentes e amigos, foi morta por uma bala “perdida” quando preparava o almoço, em casa. Bala é...

ler mais

No ambiente, por inteiro

Hoje quero refletir com você sobre... nós! Nós, os humanos, que somos compostos da mesma matéria dos nossos semelhantes animais e vegetais. Nós, que temos alguns elementos físico-químicos que há nos minerais. Nós, que somos Terra, que somos planetários. Há uma nova...

ler mais

Estradas do colapso

O maior buraco na via Brasil hoje é um governo federal incompetente, desarticulado e sem mínima credibilidade. Mas essa cratera, por si só, não explica a viagem acidentada que nos levou à crise dos combustíveis que engarrafa o país. Na síntese que o pequeno espaço...

ler mais

Vinte anos em dois

Menino ainda, ganhei de minha saudosa madrinha Magdala Ribeiro da Costa, irmã do arquiteto Lúcio Costa, uma carteira de plástico, para colocar papel moeda (uma ou outra rara nota de “Cabral” – um cruzeiro). A doce lembrança não deriva da função do objeto (até hoje,...

ler mais

O Brasil voltou 20 anos em 2: um balanço dos dois anos do golpe

No dia 12 de maio de 2016, Temer assumiu, interinamente, a presidência da República por intermédio de um golpe parlamentar que tinha como objetivo a imposição de uma agenda neoliberal e antidemocrática. Passados dois anos, acumulou-se uma série de graves retrocessos, no qual destacamos:

ler mais