Notícias e Artigos

Somos o que fazemos

Minha geração, na resistência à ditadura implantada pelo golpe civil-militar de 1964, aprendeu a valorizar o Parlamento: ele, mesmo sendo um escritório dos interesses dominantes, podia reverberar também o clamor dos “de baixo”.

ler mais

Missão cumprida

Esse é o sentimento derivado de nossa atuação parlamentar, ao encerrar um ciclo de quatro mandatos federais consecutivos.

ler mais

Oito meses sem Marielle

Há oito meses
Marielle se encontrava na Casa das Pretas
E logo depois que saiu
Um carro emparelhou com o seu
E deram quatro tiros a cabeça dela

ler mais

Período de trevas

Bolsonaro é sintoma da crise terminal da Nova República. É um erro do sistema, é sua radicalização, é o acirramento da luta de classes.

ler mais

Carta à cidadania carioca e fluminense

NA ESTRADA, MAIS UMA VEZ E cá estou eu iniciando a dura caminhada por uma cadeira no Senado da República. Só topei por saber que é um projeto de muito(a)s. Marielle nos inspira: “Sou porque nós somos”. Só sendo soma dará certo. Partimos para a conquista do voto...

ler mais

Cumplicidade criminosa

No Brasil, 90% dos homicídios ficam sem solução. Não há solução para uma vida destroçada, a não ser no plano da fé. Mas elucidação do crime, para evitar que se banalize a destruição do outro, é um imperativo civilizatório. Por isso é correto dizer que estamos no...

ler mais

Pós-verdade histórica

“Pós-verdade” é mentira. É falsificação. É, com generosidade, grave equívoco. Não ajuda a humanidade a caminhar. Sinto-me provocado a comentar, do meu lugar de professor de História, duas “pós-verdades” de largo curso no nosso país, nos últimos tempos. A primeira...

ler mais

Ói eu aqui!

"Aldir Blanc escrevia n'O Globo todo último domingo do mês. Escrevia: com a nova formatação editorial, nosso amigo, grande letrista e músico, deixou de ser articulista mensal". Já não escrevo coluna mensal mas continuo sendo Aldir Blanc. Agora mais do que nunca pelas...

ler mais

Hilda e Marielle

Em tempos de arrogância da ignorância, é preciso proclamar o valor da inteligência sensível. Na quadra sombria que atravessamos, cumpre buscar seres de luz. Hilda Hilst (1930-2004) foi a homenageada da Festa Literária de Paraty (Flip) deste ano. Ela sabia da nossa...

ler mais